As principais frutas cultivadas no Brasil

O Brasil é um dos grandes produtores mundiais de frutas. Qual é o cenário atual? E as tendências e tecnologias? Descubra neste artigo!

O mercado de fruticultura nacional é diverso, valoriza a cultura brasileira e a riqueza vegetal. Além disso, é pautado na preservação da biodiversidade, promoção do desenvolvimento regional e nos pilares da sustentabilidade (econômico, social e ambiental). Por isso, o setor é próspero e tem boas projeções de crescimento para o futuro.

Neste artigo, mostramos o atual panorama do mercado de fruticultura no Brasil. Além disso, apontaremos tendências, tecnologias e os principais cultivos de frutas. Confira os próximos tópicos!

Qual é o cenário do mercado de fruticultura no Brasil?

Em poucas palavras, podemos dizer que o cenário da fruticultura nacional é muito promissor. Segundo dados apresentados pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a produção de frutas no país ultrapassa 41 milhões de toneladas. Outros números interessantes são:

  • 3% (2,6 milhões de hectares) do território brasileiro é destinado à fruticultura;
  • Dos mais de 940 mil negócios agropecuários; 81% são de agricultura familiar – o que inclui a fruticultura;
  • O setor emprega 193,9 mil trabalhadores;
  • A cesta de exportações é composta por mais de 40 frutas que representam um faturamento de 1,07 bilhões de dólares.

Em virtude do crescimento da produção nacional de frutas, a participação no mercado internacional está em franca ascensão. Atualmente, o principal destino das exportações da fruticultura brasileira é a União Europeia (52,6%), seguida pelo Reino Unido (15,7%) e os Estados Unidos da América (12,8%).

Os principais cultivos nacionais de frutas

Segundo a última “Pesquisa de Orçamentos Familiares – Análise do Consumo Alimentar Pessoal no Brasil”, publicada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as frutas mais cultivadas e consumidas pelos brasileiros são:

  1. Banana;
  2. Maçã;
  3. Laranja;
  4. Mamão;
  5. Manga;
  6. Açaí;
  7. Melancia;
  8. Tangerina;
  9. Abacaxi;
  10. Uva.

Existem outros dez tipos de frutas que não estão na lista de mais consumidas. No entanto, são largamente produzidas no Brasil. São elas:

  • Caqui;
  • Goiaba;
  • Melão;
  • Pera;
  • Abacate;
  • Morango;
  • Coco;
  • Pêssego;
  • Maracujá;
  • Figo.

Ainda segundo o já citado estudo da CNA, a região Sudeste produz a maior variedade e volume de frutas no Brasil (51% da produção). Entre as razões, estão as características climáticas e geográficas que permitem o cultivo de frutas tropicais e temperadas.

Que tendências e tecnologias estão em destaque na fruticultura?

No Brasil, o setor de fruticultura está ampliando a utilização de tecnologias voltadas para a produção e o cultivo. Por exemplo: software e equipamentos com sensores de campo, bem como as chamadas geotecnologias. Com a ajuda dessas ferramentas, é possível monitorar e controlar a cultura em um tempo e espaço.

Outra tecnologia é a pulverizadora autônoma que dispensa o operador humano e potencializa a eficiência dos defensivos. Isso é possível por meio da combinação de sensores inteligentes e lasers que mensuram o tamanho da folha. Dessa forma, a quantidade a ser aplicada é calculada de maneira precisa.

Há também robôs capazes de colher frutas sem danificá-las. Essas tecnologias reduzem a mão-de-obra, operam 24 horas por 7 dias da semana e permitem o acompanhamento remoto da colheita. Sem falar dos nanos sensores que conseguem monitorar o estágio de maturação das frutas.

Enfim, a fruticultura nacional tem um futuro brilhante pela frente. O grande desafio dos produtores é entregar qualidade, quantidade e rapidez para os consumidores. No entanto, como vimos, esse é um desafio a ser derrubado por aqueles que utilizam tecnologias inovadoras.

O seu negócio faz parte do setor de fruticultura? Quer automatizar e potencializar a sua produção de frutas? Acesse o site da Masterplanti e conheça nossas soluções de gerenciamento de produção!

Uma resposta para “As principais frutas cultivadas no Brasil”

Os comentários estão desativados.